A autora que nunca li

Numa noite de quinta a programação era o FLIN (Festival Literário de Natal). Movida pela atração musical, de repente me vi num auditório ouvindo uma autora que nunca li.

Ali já ganhei a noite: foi um desses momentos em que alguém provoca em você uma admiração instantânea.

E como se não bastasse ainda é minha xará! Quanto tempo de vida eu perdi sem conhecer Marina Colasanti… que figura!

Nascida na Etiópia, viveu na Itália e por fim veio para o Brasil. Hoje com quase 80 anos, são mais de 60 livros publicados dentre os mais diversos gêneros, das poesias aos contos de fadas. Já os romances deixou de lado, não acha que sejam melhores do que nada.

Marina, de outra geração, ao invés de tirar fotos e selfies escreve no seu diário, sempre escreveu. Desde os 9 anos, leitora que era, já se arriscava na arte da poesia, nunca teve bloqueio criativo.

Amante da vida, não consegue vivê-la através das telas, vai da China à Guadalajara, mas não perde tempo com fotos. Facebook nem pensar, ainda mais agora perto dos 80, imagina se ela vai desperdiçar o pouco tempo restante de vida com essas coisas, né?

Para minha sorte (e sua também) além dos muitos livros, alguém alimenta o blog com crônicas toda quinta, e assim não nos faltam meios de conhecer mais, apreciar e se inspirar com a obra dessa mulher!

http://www.marinacolasanti.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s